terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Apresentação de Personagens - Clã dos Artistas

Raven/John(Ville Valo)


Nicolai(Richard Gere)


Lisandra(Constance Rudert)


François Villon(Antônio Banderas)



Pierre Legrand(Angus Sutherland)



~~~~~~> Queridos, primeiro Clã a ser apresentado, o Clã dos Artistas. Dos vampiros, são os mais sociáveis, aprendem tudo muito rápido, e podem aprender quase tudo. Tem um talento descomunal para a arte, o clã é sobrenaturalmente ligado a beleza e estética. Os membros do Clã da Rosa vivem em um mundo de escuridão e, para fugir de tudo que há de repugnante neste mundo, eles ignoram aquilo que não for belo, buscando assim a perfeição. Os Artistas gostam da sua pós-vida, e aproveitam-na ao máximo, o que lhes valeu o apelido pejorativo de "degenerados". Em busca da beleza os Artistas imitam os humanos, mesmo sabendo que jamais serão humanos novamente. A Máscara, princípio criado por um dos seus, é a lei que garante o estilo de vida Artista, que vêem nos humanos não apenas a presa, mas também família, amigos e amantes. A maior fraqueza dos Artistas é a sua sensibilidade à beleza. Eles se cercam tão reflexivamente de elegância e luxo que muitas vezes se perdem na perseguição interminável de vícios e mais vícios. Alguns do clã passam a se preocupar com mais nada além de seu próprio prazer contínuo. A reputação do clã inteiro é afetada por seus excessos. Pode-se afirmar que a existência dos Artistas tem como combustível maior não o sangue, mas a paixão e, em raras ocasiões, o amor. O Clã dos Artistas tem por característica o fato de que seus membros não perderam a fagulha que move os humanos, sendo tão capazes de se encantar quanto de encantar os outros. Por isso mesmo, os Artistas costumam se misturar facilmente aos humanos, pois conseguem reproduzir o que diferencia mortais e imortais: sentimentos.



~~~~~~>> Amores... Bom é isso ai...Toreador, que leva a alcunha de Artistas, embora não tenham as disciplinas mais aperfeiçoadas e roubadas, é um dos meus clãs favoritos de rpg. E é exatamente por conta disso tudo, dessa chama humana que brilha em cada um deles, mesmo em um vampiro antiqüíssimo como o François Villon, mas nada garante que essa chama humana seja a bondade, afinal, nenhum vampiro é abraçado por estar rezando. Muita coisa do universo White Wolf foi inspirado nos romances da minha diva suprema da literatura Anne Rice (fato), e eu percebo essa influência claramente no clã Toreador, como não lembrar de Lestat de Lioncurt, não é verdade?
~~~~~~>>Espero que tenham concordado com a escolha dos personagens... Mas se não concordaram, abram o verbo.... rsrsrs.... Adoro Vocês!!
~~~~~~~>>> Mein Herr, Ich Liebe Dich!!! Küsses Und Küsses!!!

...A Dama da Noite...

Um comentário:

Tovah disse...

Curioso! "Meu" François Villon (personagem que uso como NPC, quando estou narrando, e como PC em váááárias crônicas de amigos) também é Antonio Banderas... mas com o cabelo curto ^^